Vodacom apoia sector de educação na Zambézia




No prosseguimento da sua iniciativa de investimento social para a educação digital no país, através do programa Faz Crescer, a Vodacom ofereceu, na semana passada, um laboratório de informática devidamente apetrechado à Escola Secundário de Alto Molócuè, na província da Zambézia.

A sala de informática está equipada com 20 computadores e respectivos UPS, internet gratuita, um acervo de livros digitais acessível aos alunos e professores, bem como um sistema de climatização, para melhor conservação dos equipamentos disponibilizados.

Após uma longa interrupção, devido à pandemia da Covid-19, esta é a primeira de um total de 12 unidades de ensino que o programa da Vodacom vai abranger em 2021. Além da província da Zambézia, o Vodacom Faz Crescer vai escalar, ao longo deste ano, as províncias de Cabo Delgado, Gaza, Inhambane, Manica, Maputo e Nampula.

O sector de educação introduziu, no actual currículo do Ensino Secundário Geral, a disciplina de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), entretanto, em muitas escolas, o processo não avança devido à exiguidade de meios informáticos. É neste contexto que, através do programa Faz Crescer, a Vodacom tem vindo a prestar apoio ao sector de educação, para ajudar na promoção da inclusão e literacia digital, contribuindo assim para a melhoria da qualidade de ensino e aprendizagem através das TIC.


“O investimento no sector da educação, com foco no desenvolvimento da inclusão e das competências digitais, é uma prioridade para a Vodacom Moçambique. A nossa ligação e colaboração com o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano é duradoura e frutífera, estando a ser desenhadas novas iniciativas e formas de colaborar que vão contribuir para os propósitos comuns de ambas as instituições”, sublinhou Lara Narcy, da Vodacom, sobre as acções em curso no apoio à educação no país.

Durante a entrega dos equipamentos, o sentimento no seio dos alunos da Escola Secundária de Alto Molócuè era de total alegria e esperança, pois acreditam que, com esta oferta, está vencido o desafio de estudar sem os actuais instrumentos de investigação das matérias leccionadas.


Até ao momento 32 escolas, um pouco por todo o país, beneficiaram da iniciativa Vodacom Faz Crescer, onde foram apetrechados laboratórios de informática, com um ano de acesso gratuito à internet. Para além da digitalização do ensino, o programa inclui a componente de sustentabilidade ambiental, no âmbito da qual as escolas recebem ecopontos para separação do lixo e os alunos são treinados com o ABC da Reciclagem.

O Faz Crescer representa o maior investimento social da Vodacom e é uma iniciativa, dentre várias, que permite à empresa materializar o seu propósito de promover uma sociedade digital inclusiva e ligar as pessoas para fazer crescer Moçambique. (Moz24h)

15 visualizações0 comentário