Variante Delta da Covid-19 em Tete coloca autoridades em alerta


Ministro da Saúde diz que aquela província moçambicana caminha para uma situação de transmissão grave

MAPUTO — A província moçambicana de Tete caminha a passos largos para uma situação de transmissão grave e disseminada do novo coronavírus, facto agravado pela descoberta da variante indiana Delta, cujo nível de transmissibilidade é muito alto. O alerta foi feito pelo ministro da Saúde, nesta segunda-feira, 21, na abertura da Reunião Nacional de Reflexão sobre o Sistema de Informação de Saúde, que decorre em Maputo. “A situação na província de Tete é deveras preocupante e, é nesta província onde nós, também, já detectamos o primeiro caso da variante Delta que é mais transmissível de acordo com as experiências de outros países”, afirmou Armindo Tiago, quem advertiu que “Tete caminha, a passos largos, para uma situação de transmissão grave e disseminada a nível da comunidade”. A presença da variante Delta foi confirmada em laboratórios na África do Sul para onde foram enviadas várias amostras. O ministro alertou para a necessidade do fortalecimento das medidas de prevenção do novo coronavírus em todo o país, em virtude da “tendência crescente de aumento de casos” depois de uma queda de Março a Maio. O país tem um total acumulado de 848 mortes e 72.507 casos da doença. (VoA)

78 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo