Vacina chinesa da Covid-19 chega em Maputo e destina-se a profissionais de Saúde


Primeiro-ministro recebeu as primeiras 200 mil doses

MAPUTO — A Base Aérea de Mavalane, em Maputo, acolheu a cerimónia de recepção do primeiro lote da vacina contra a COVID-19 para profissionais de saúde da primeira linha.

Trata-se de um lote de 200 mil doses de Vacina VeroCell (SARS- CoV-2 Vaccine), incluindo seringas para a sua administração, fabricadas pela farmacêutica Sinopharm, que fazem parte de uma doação da República Popular da China.

O embaixador da China, Wang Hejun, disse que o donativo “promove a nova esperança para vencer a pandemia”.As doses enviadas pela China irão permitir imunizar os profissionais de saúde que estão na linha da frente, disse o primeiro-ministro Carlos Agostinho do Rosário, que recordou que “a vacina tem que ser vista como uma medida complementar na prevenção e combate à Covid-19”.

“Devemos continuar a observar estritamente todas as medidas básicas de prevenção da COVID-19, tais como o distanciamento físico, lavagem frequente das mãos, e uso de máscaras para cobrir a boca e o nariz”, disse Agostinho do Rosário (VoA)

72 visualizações0 comentário