Tribunal autoriza cobrança nas polémicas portagens de Maputo


Portagem, Circular de Maputo


Cobrança inicia a 1 de Fevereiro

O Tribunal Administrativo revogou, nesta segunda-feira (31), a providência cautelar interposta pelo Centro para a Democracia e Desenvolvimento, ONG que contesta o pagamento nas portagens montadas ao longo da Estrada Circular de Maputo. A revogação foi anunciada nesta noite (hora de Maputo) pelo ministério das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, através de um comunicado de imprensa.


A nota ministerial foi secundada por uma outra da Rede Viária de Moçambique (Revimo), entidade adjudicada para a gestão das quatro polémicas portagens.



A Revimo indica que as portagens começam a cobrar nesta terça-feira 1 de Fevereiro.(VOA)

11 visualizações0 comentário