Transitabilidade no troço Nangade-sede à vila de Palma tem sido feita entre a vida e a morte


Até ontem. domingo não era possível ir a vila de Palma. A transitabilidade no troço Nangade-sede à vila de Palma tem sido feita entre a vida e a morte, devido aos frequentes ataques terroristas.

Se a situação manter assim, ou seja se não haver escolta militar permanente, o distrito de Palma pode ficar isolado do resto do país, por via terrestre.

Até domingo passado, não era possível ir a vila de Palma, usando a via terrestre alternativa que passa por Nangade-sede. Tudo deve ao medo que os automobilistas têm depois do troço Nangade-sede a vila de Palma registarem-se dois ataques em menos de uma semana.

Fontes contactadas na vila de Nangade confirmaram que até domingo havia pelo dez carros ligeiros e camiões carregados de diversa mercadoria, mas que devido a insegurança estavam retidos. Faziam Cinco dias ali estacionados, contou uma das fontes. (Moz24h)

Outra situação que agrava o medo dos automobilistas a não seguir é o facto de ter sido registado mais dois ataques atribuídos aos terroristas nas aldeias Mandimba e Namiune que estão a mais de 30 quilômetros da vila de Nangade.

318 visualizações0 comentário