Terrorismo em Cabo Delgado: Europa anuncia financiamento às tropas regionais


A União Europeia anunciou esta quinta-feira (8) um apoio de 15 milhões de Euros para financiar a missão das tropas da África austral que combatem o terrorismo no norte de Moçambique.

O anúncio foi feito pelo alto-representante da União Europeia, Josep Borrel, em visita de dois dias a Moçambique.

"Este é um valor que vai servir para os países que enviaram tropas para combater o terrorismo em Cabo Delgado" disse Borrel, em conferência de imprensa, no final de uma audiência com o chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi.

O representante de Bruxelas realçou que o valor não inclui as tropas do Ruanda, que podem ser abrangidas num pacote à parte.


Gás e invasão russa


Outro ponto que esteve na agenda das conversações foi o gás do Rovuma, que, segundo Borrel, pode servir como alternativa para suprir as necessidades europeias.

Na conferência de imprensa, o alto-representante da UE foi questionado sobre a visão da europa sobre a posição de Moçambique no conflito russo-ucraniano.

Em breve resposta, Borrel disse que a Europa "compreende a posição assumida por Maputo" e "acredita que não signifique, necessariamente, que o país esteja do lado errado do agressor" em referência à Rússia. (VoA)

106 visualizações0 comentário