Taurai Tsama, o Director Geral das Alfândegas faz apelos de unidade


O Director Geral das Alfândegas, Taurai Tsama defendeu, recentemente, que aquele braço

aduaneiro da Autoridade Tributária (AT) tem de se desfazer das diferenças de cada membro da corporação e juntar sinergias de modo a imprimir maior controlo aduaneiro e consequente incrementação dos níveis de cobrança de receita para os cofres de Estado.

Tsama pronunciou se nestes termos na sua passagem pelas províncias nortenhas de Nampula e Niassa, onde, igualmente, lançou o repto aos funcionários afectos aquele extremo do País, a distanciar-se de comportamentos desviantes, como forma de garantir que a arrecadação de receitas, ocorra sem sobressalto e dentro de pressupostos legais.

Numa clara acção de educação cívica, o Director Geral foi passando aos funcionários as linhas mestres que devem corporizar a actuação da direcção das Alfândegas, sob o seu comando, que segundo o dirigente, passam necessariamente, pela aposta em acções inclusivas, nas quais cada funcionário deve se sentir parte integrante e indispensável na nobre missão de alcançar as metas estabelecidas, sem, no entanto, descurar questões atinentes a facilitação no processo de desembaraço.

Segundo o Director Geral É preciso que cada um de nós faça uma introspecção em volta dos modus operandis; das Alfândegas e conjugar as estratégias tomadas ao nível macro e a

realidade no terreno, por forma a garantir uma operacionalização acertada e capaz de solucionar os problemas decorrentes da incursão da força em todas as frentes ", recomendou. "Como sabeis colegas, estamos numa fase muito complicada, por conta da crise pandémica, mas há ainda espaço fiscal, para colectar mais receitas. Os processos já estão facilitados, é só cumprir"-vincou.

Num outro desenvolvimento, o timoneiro das Alfândegas desafiou a todos os funcionários a

abrirem uma nova era, no que à promoção da integridade diz respeito.

"Colegas, coube a mim, desta vez estar em frente dos destinos da Direcção Geral das

Alfândegas, como podia ter sido indicada outro quadro. Mas isso não significa que eu sou

repositório de conhecimentos sobre os processos aduaneiros! Encarem a minha figura, como a de mais um funcionário, desafiado a coordenador a equipa. É por essa e outras razões, que estamos aqui, para ouvir de vocês, operacionais, que estratégias adoptarmos, para maximizarmos os índices de arrecadação, que é a nossa razão primária, como AT";.

Paralelamente, apelo que juntemos força e trabalhemos com disciplina e dentro dos

procedimentos norteadores, sem interferências de quem quer que seja, de modo a mudar a

percepção que a sociedade tem em relação a nossa corporação", alertou.

Refira-se que, durante a visita que terminou no primeiro dia de Julho corrente, Taurai Tsama

escalou, sucessivamente, o Aeroporto de Nampula, Alfândega de Nacala, Armazéns de Leilões, Terminal de Exportação, Alfândega de Nampula e manteve encontros com o Secretário de Estado e o Juiz do Tribunal Aduaneiro. Em Niassa, para além da capital provincial, Lichinga visitou as estâncias aduaneiras de Metangula, Mandimba, Cuamba, Entre-Lagos e Matchedje. (Moz24h)

97 visualizações

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI