Sentença do Caso Embraer marcada para 22 de Julho próximo


A sessão desta segunda-feira, foi reservada as alegações finais, onde o Ministério Público pediu a condenação exemplar dos réus e uma indeminização no valor de 73 milhões de meticais a favor do Estado.

Entretanto a defesa pede a absolvição dos três réus por insuficiência de provas e erros processuais insanáveis.

A defesa acrescenta que o crime prescreveu porque à data dos factos, 2008, estava em vigor o antigo Código Penal, ora revogado com a aprovação do actual. (RM)

69 visualizações0 comentário