Ruanda disponível a apoiar recuperação económica em Cabo Delgado


O Ruanda está disponível a apoiar a recuperação económica dos afectados pelos ataques terroristas na província de Cabo Delgado.

A posição foi assumida pelo presidente do Ruanda, Paul Kagame, durante um encontro com o presidente da República, Filipe Nyusi, realizado esta quinta-feira na capital ruandesa, Kigali. Paulo Kagame disse que Moçambique pode continuar a contar com o seu país na luta contra o extremismo violento. "A mensagem que eu quero deixar para a população de Cabo Delgado é de esperança, porque a vinda do presidente Nyusi a Ruanda vai servir para o fortalecimento dos laços de amizade entre os dois países africanos. Acredito que a maior parte das regiões onde se registava instabilidade devido ao terrorismo, as tropas da SADC já recuperaram e parte da população esta a regressar as suas zonas de origem e o desafio agora é a reconstrução das infra-estruturas públicas e habitacionais" – disse Paul Kagame. Por sua vez, Filipe Nyusi indicou que para a recuperação económica das vítimas do terrorismo em Cabo Delgado, Ruanda poderá apoiar a implementação de projectos de agricultura, indústria e comércio. "Que não se pense que sempre que me encontro com o presidente Kagame discutimos apenas sobre a guerra. Os nossos são irmãos e cooperam há bastante tempo e muito antes da fase do terrorismo, já estávamos a discutir sobre projectos de desenvolvimento. Então, esta passagem de trânsito ajudou para passarmos em revista sobre outros projectos porque a própria guerra contra o terrorismo deve ser sustentada e isso faz-se também desenvolvendo projectos económicos, agricultura e comercio" – enfatizou o presidente Filipe Nyusi. Entretanto, o Chefe do Estado, Filipe Nyusi, chegou na tarde desta quinta-feira à província de Sofala para uma vista de dois dias. (RM)

57 visualizações0 comentário