Rainha Macuta depois de detida obrigada a cessar funções em Mogovolas


Rainha Macuta do distrito de Mogovolas, retiraram-lhe o fardamento e as insígnias acusada de ser da oposição, depois de ter estado 7 dias detida. Mas ela nega ser da oposição.

Ana Margarida Fernando Martunato, também conhecida por Rainha Macuta, foi obrigada a cessar as suas funções como Rainha da sede do distrito de Mogovolas, Nampula, alegadamente por pertencer a um partido da oposição, informa o Boletim do Centro de Integridade Publica (CIP).

Antes de cessar funções, Macuta foi detida durante sete dias na cadeia civil de Mogovolas, tendo sido obrigada a entregar o fardamento e as insígnias atribuídas aos régulos. A detenção ocorreu no princípio do mês de Setembro, enquanto decorria a campanha eleitoral. A rainha entende que o afastamento das suas funções tem motivações políticas.

Entrevistada pelo Boletim, Macuta disse que o Chefe do posto do distrito de Mogovolas foi quem fez a queixa no comando por três vezes. “Não foi o Governo que retirou o fardamento, foi o Chefe do Posto que foi queixar ao administrador e ordenou que os policias me levassem para cadeia”, disse Macuta. “Passados sete dias na cadeia me levaram ao Tribunal, e lá exigiram que eu entregasse o fardamento, dizendo que se não entregar fardamento, vamos lhe devolver a cadeia”.

A rainha contou ao Boletim que entregou o fardamento e foi obrigada a pagar uma caução de mais de 1000 meticais.

Durante a campanha eleitoral, a rainha esteve a apoiar para o partido no poder, como sempre fez nos anos em que houve eleições. Entretanto a mesma diz ter sido proibida de fazer campanha a favor da Frelimo. “O secretario distrital do partido Frelimo em Mogovolas não queria que eu fizesse a campanha. Tive de ligar para o Governador da província para que fizesse”, disse a rainha.

Desde setembro que a rainha não exerce as suas funções no regulado de Mogovolas. “Neste momento quem ocupou o meu lugar é o meu sobrinho, Ezequiel Mário que não está a exercer a função como deve ser”, disse Macuta, explicando que os membros da Comunidade ainda recorrem a ela quando tem problemas por resolver.

Ouvido pelo Boletim, o secretário distrital da Frelimo, João Pereira, negou ter impedido a rainha de fazer campanha pela Frelimo. “O comportamento dela não agradava aos membros da Frelimo, ela é confusa”, disse Pereira.

Ana Margarida tem 51 anos de idade, é solteira, não tem filhos e vive com dois netos, filhos de suas sobrinhas. Macuta exerceu a sua função como Rainha, em Mogovolas, desde 2008 até Setembro do ano em curso (há 11 anos).

Rainha Macuta foi simpatizante de um partido da oposição de 2003 a 2005. Mas de la ate então tem apoiado a Frelimo.


Como tudo começou...


A radio Encontro narra que o ambiente de facas afiadas se instalou há mais de 5 anos entre o governo do Distrito de Mogovolas e o regulado da sede do distrito – Nametil. A Rainha Macuta, aponta o dedo acusador a alguns Membros do Governo do Distrito de Mogovolas e outras figuras do Partido Frelimo ao nível daquele distrito, de meterem mão na liderança Comunitária, ferindo os princípios que os legitima. Falando em exclusivo à Rádio Encontro, Ana Margarida Fernando Martunato, disse existir uma perseguição da sua pessoa por parte de alguns membros do governo, que querem que ela deixe de exercer o cargo de Rainha da vila sede do Distrito. Rainha Macuta conta que entrou na cadeia, onde permaneceu 7 dias, por alegadamente negar fazer a entrega da farda e as insígnias de Rainha que ela recebera. “AGORA já me tiraram o fardamento e as insígnias, sem nenhum motivo, e entregaram a um meu sobrinho que não é do consenso da nossa família Macuta” – disse com um ar triste a Rainha Macuta, que nos segredou que mesmo assim, as pessoas da Comunidade quanto têm seus problemas recorrem a ela para resolver. A Rainha disse que tudo isso está acontecer porque o governo do distrito não quer um líder comunitário com visão diferente, mas sim “yes man”. Aliás, segundo suas palavras, o governo do distrito está-lhe tirar o regulado porque ela tem sido muito interactiva, e por isso, lhe conotam como membro de um partido da oposição. Desde que este problema começou, já passaram pelo distrito de Mogovolas mais de três Administradores, sem no entanto conseguirem resolver. A Rainha Macuta fez saber que o problema é do conhecimento do Governador Provincial, Victor Borges, mas que as orientações dele estão a ser ignoradas pelo governo do Distrito. Por isso ela continua a gritar pedindo socorro aos quatro ventos, mesmo que seja necessária a intervenção do Presidente da Republica. Tanto o Governo do Distrito de Mogovolas, como o da Província de Nampula, ainda não se pronunciaram sobre este assunto, mas a Rainha Macuta confidenciou-nos que o Governador de Nampula teria dado um ultimato, segundo o qual, a família Macuta é que deve tomar a decisão se continuar no regulado a Ana Martunato ou se seria eleito um outro para substitui-la, mas, que isso não podia ser feito com interferência do governo do distrito, muito menos do partido Frelimo. Este assunto, poderá continuar a fazer correr muita tinta, uma vez que a Rainha Macuta exige uma justificação clara sobre o seu afastamento, porque a lei lhe protege. (Moz24h com CIP e Rádio Encontro)

138 visualizações

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI