Quem abriu as portas aos narcotraficantes achados em Cabo Delgado no alto-mar?



Por Palmira Zungueze

A Marinha de Guerra da República de Moçambique, um dos ramos do exército conseguiu deter 12 cidadãos de origem iraniana a 50 milhas do mar de Cabo Delgado. Os videos da perseguição até a detenção dos alegados narcotraficantes foram viralizados nas redes sociais, apartir do momento da partilha, por parte dos marinheiros de guerra.

Os narcotraficantes que optaram por atear fogo a embarcação que se alega ter drogas (heroina) se atiraram ao mar, sendo que tres morreram e os restantes resgatados com vida.

Os traficantes abriram todas as botijas de Gás, drenaram combustível em todo o convês do barco e atearam fogo, para dificultar a manobra da marinha de guerra, tendo a droga e o navio sido destruído pelas chamas.

É nestas situações que o Sistema Integrado de Monitoria e Proteccao (objecto social das empresas ProIndicus, Ematum e MAM que terminaram no calote soberano) fazia sentido de modo que ia permitir que os negócios ligados ao Narcotráfico, Imigração ilegal, e contrabando de recursos naturais pudesser ser travados.

Os iranianos encontram-se detidos na terceira esquadra da cidade de Pemba

Moçambique é grande corredor de Heroina’

Moçambique tornou-se um corredor de grandes volumens de drogas, principalmente heroína, revelou César Guedes, o representante do Gabinete das Nações Unidas contra a Droga e o Crime (UNODC) em Maputo, em Agosto do corrente ano.

"Após melhoria das capacidades de aplicação da lei marítima pela vizinha Tanzânia e no Quénia, apreensões recentes sugerem que um grande volume de produtos ilícitos está a ser agora traficado por Moçambique", disse César Guedes, que manifestou a sua preocupação com o tráfico de substâncias ilícitas no país.

A revelação do representante do UNODC foi feita no Seminário sobre formulação de um plano estratégico contra o crime organizado transnacional, droga e terrorismo, que decorre em Moçambique.

A nossa pergunta é: Quem abriu as portas aos narcotraficantes achados em Cabo Delgado no alto-mar?

207 visualizações

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI