• estaciosvaloi

Presidente da República, dirigiu a V Reunião do Conselho de Estado


O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, dirigiu, ontem, a V Reunião do Conselho de Estado, que teve como pontos de agenda a Defesa da Soberania, Segurança e Ordem Públicas e a situação epidemiológica de SARS-CoV-2.


O Conselho de Estado expressou profunda preocupação com a situação de segurança na Província de Cabo Delgado e encorajou as Forças de Defesa e Segurança a intensificarem acções de combate contra os terroristas, com vista a proteger a população e seus bens.

O órgão felicitou as Forças de Defesa e Segurança pela bravura na resposta aos ataques à vila-sede de Palma, que culminou com a expulsão dos terroristas daquele território.

O Conselho condenou veementemente os ataques bárbaros contra os cidadãos nacionais e estrangeiros e endereçou sentidas condolências às famílias das vítimas perecidas em consequências das acções terroristas.

O Conselho apreciou as acções em curso de reforço da capacidade das instituições do Estado para o combate eficaz ao terrorismo e a assistência a população deslocada, de modo a amenizar o seu sofrimento, bem como garantir o retorno seguro aos locais de origem.


Sobre a Covid-19, o Conselho de Estado manifestou satisfação pela redução de novos casos, internamentos e óbitos, como resultado das medidas que vêm sendo implementadas. Entretanto, reiterou a necessidade da população continuar a observar as medidas de protecção individual e condenou comportamentos irresponsáveis que põem em causa o esforço colectivo visando a contenção da pandemia.


O Conselho de Estado saudou o Governo pelo sucesso alcançado no processo de vacinação em curso e apelou aos moçambicanos a aderirem ao processo, factor preponderante para o controlo da pandemia no nosso país. (GI)O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, dirigiu, ontem, a V Reunião do Conselho de Estado, que teve como pontos de agenda a Defesa da Soberania, Segurança e Ordem Públicas e a situação epidemiológica de SARS-CoV-2.


O Conselho de Estado expressou profunda preocupação com a situação de segurança na Província de Cabo Delgado e encorajou as Forças de Defesa e Segurança a intensificarem acções de combate contra os terroristas, com vista a proteger a população e seus bens.

O órgão felicitou as Forças de Defesa e Segurança pela bravura na resposta aos ataques à vila-sede de Palma, que culminou com a expulsão dos terroristas daquele território.


O Conselho condenou veementemente os ataques bárbaros contra os cidadãos nacionais e estrangeiros e endereçou sentidas condolências às famílias das vítimas perecidas em consequências das acções terroristas.


O Conselho apreciou as acções em curso de reforço da capacidade das instituições do Estado para o combate eficaz ao terrorismo e a assistência a população deslocada, de modo a amenizar o seu sofrimento, bem como garantir o retorno seguro aos locais de origem.


Sobre a Covid-19, o Conselho de Estado manifestou satisfação pela redução de novos casos, internamentos e óbitos, como resultado das medidas que vêm sendo implementadas. Entretanto, reiterou a necessidade da população continuar a observar as medidas de protecção individual e condenou comportamentos irresponsáveis que põem em causa o esforço colectivo visando a contenção da pandemia.


O Conselho de Estado saudou o Governo pelo sucesso alcançado no processo de vacinação em curso e apelou aos moçambicanos a aderirem ao processo, factor preponderante para o controlo da pandemia no nosso país. (GI/Moz24h)

45 visualizações0 comentário