PR prorroga Estado de Emergência pela segunda vez


O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, prorrogou hoje o Estado de Emergência em vigor no país, no âmbito das medidas da contenção do coronavirus, com efeitos a partir do dia 31 de Maio próximo.

Dirigindo-se à Nação, o Chefe do Estado afirmou que a detecção de novas cadeias de transmissão em locais em que previamente não existiam, e a existência de casos para os quais a cadeia de transmissão não é conhecida, indica a iminência de transmissão comunitária, elevando o alerta para a necessidade do cumprimento das medidas de prevenção estabelecidas no país. “Neste contexto, atentos à situação real do país e devidamente aconselhado, DECIDI: Prorrogar, pela segunda vez, o Estado de Emergência, por mais 30 dias, em todo o território nacional, com início às 0 horas do dia 31 de Maio de 2020 e término às 23h59 do dia 29 de Junho”, determinou o Presidente Nyusi. De referir que esta é a segunda vez que o estadista prorroga o Estado de Emergência, tendo dito que durante a primeira prorrogação verificou-se aumento da testagem de amostras provenientes de outras províncias do país, contrariamente ao que se observou no primeiro período, onde houve prevalência da Cidade e Província de Maputo e da Província de Cabo Delgado. “Até hoje, 28 de Maio de 2020, o país tem um cumulativo de 233 casos positivos para a COVID-19, dos quais 207 de transmissão local e 26 casos importados, com 82 casos recuperados, 2 casos internados nas províncias de Inhambane e Cabo Delgado e com o registo lamentável de 2 óbitos nas províncias de Nampula e Cabo Delgado”, informou o Presidente da República. Porém, o Presidente Nyusi informou que estão a ser tomadas medidas para garantir um maior controlo da pandemia, como a aquisição de testes rápidos para a detecção de anti-corpos contra o SARS-CoV-2, que serão usados para acções de vigilância epidemiológica assim como para o despiste em cadeias de transmissão. “Igualmente, desde que foi decretado o Estado de Emergência, o Governo de Moçambique tomou um conjunto de medidas económicas, financeiras e fiscais, com vista a evitar ou minorar o impacto negativo na economia, nas empresas, nos trabalhadores e na sociedade moçambicana, no geral”, afirmou o Presidente da República. (Moz24h)

42 visualizações

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI