PR decreta novo Estado de Emergência


"Decidi decretar o estado de emergência em todo o território nacional, com início a 8 de agosto e término a 6 de setembro", disse o Presidente da República, Filipe Nyusi, ontem a noite na sua comunicação a nação.

"A pandemia está longe de acabar. Cresce não apenas o número de casos, com a velocidade de contaminação. Cresce o número de internamentos e de óbitos. É uma tendência que ocorre de forma geral em todo o mundo."

O PR anunciou: "Decidi decretar o estado de emergência em todo o território nacional, com início a 8 de agosto e término a 6 de setembro". 

"Esta decisão, caros compatriotas, não foi fácil, nem é fácil de ser anunciada, e não foi ligeira", revela Nyusi. "Depois de muita ponderação e de muita auscultação consideramos que esta opção é a que melhor serve os interesses do nosso povo. Só assim iremos assegurar o necessário equilíbrio entre as medidas restritivas e o relançamento gradual das atividades económicas."

Filipe Nysui informou ainda que a retomada das atividades vai acontecer de forma gradual e cautelosa. "É por isso que o alívio das restrições irá acontecer de forma faseada e com critérios dirigidos para cada setor."

Deste modo e em três fases irão ser aliviadas as medidas restritivas: "Fase um, em que estão incluídas atividades de baixo risco. Esta primeira fase terá início a 18 de agosto. Fase dois, em que se incluem as atividades de médio risco, terá início a um de setembro. Fase três, em que se inscrevem atividades de alto risco, está prevista para 1 de outubro."

A fase um abrange as seguintes áreas: retomada das aulas no ensino superior, nas academias das Forças de Defesa e Segurança, nas instituições de formação de professores do ensino primário e educação de adultos, nos centros de formação de saúde e de formação profissional públicos. 

Na comunicação ficou também anunciado o alargamento de participantes em cerimónias funebres, para um máximo de 50 pessoas, excepto quando a Covid-19 tenha sido a causa da morte, aí o limite é de dez pessoas. É ainda autorizada a retomada de cultos religiosos, devendo o número de participantes não exceder 50 pessoas.

A fase dois prevê a retomada em pleno do funcionamento do ensino técnico-profisisnal, cinemas, teatros e casinos. A fase três trará a retomada das aulas da 12ª classe. (Moz24h)

24 visualizações

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI