Populações de Muidumbe queixam-se de estorsão por parte das FDS



Sector das Forças de Defesa e Segurança (FDS) adestritas no distrito de Muidumbe estão a ser acusadas de extorsão por populares que falaram ao Moz24h.

Contam fontes no local que no dia 4 de Dezembro do ano em curso, posisão da FDS, no distrito de Muidumbe, na Aldeia Muambula, atirou contra uma viatura que transportava bens das comunidades afectas pela guerra, alegadamente porque este havia se recusado em dar algum valor e bens que consigo transportava.

“Por sorte, o condutor aguentou até no Posto Administrativo de Miteda” disse-nos uma fonte tendo adiantado que. “Eles baleiaram o motorista que nos ajudou a levar nossos bens, pediram dinheiro ele disse que não tinha, e queriam levar televisão e algumas motorizadas foram quando ele achou melhor não conduzir e o balearam.".

"Nós ainda não percebemos o porque fizeram aquilo. Devemos ter medo dos terroristas assim como dos nossos militares. Eles queriam levar nossos bens e o motorista proibiu, por conta disso foi baleado. " Acrescentou ainda.

Segundo fontes ouvidas pelo Moz24h, o motorista conseguiu conduzir por 5 minutos aproximadamente no posto Administrativo de Miteda e depois não aguentou onde desmaiou. " Depois dos militares baleiarem o motorista ele conseguiu puxar um pouco o carro ate em Miteda e depois perdeu os sentidos, tivemos que pedir socorro no visinho distrito de Mueda. Apareceu uma viatura que nos socorreu, pelo incrivel que pareça, aconteceu a mesma história, a Força de Defesa e Segurança pediu valores ao nosso segundo motorista e a nós passageiros para podermos passar em segurança naquelas sem eles nos matarem." Explicou a fonte.

É de salientar que as FDS, recomendam também as comunidades refugiada em outros cantos da provincia, aqueles cujo suas casas não foram destruìdas e ném queimada pelos terroristas, a irem levar os seus bens (Nazira Suleimane)

179 visualizações0 comentário