PNG e Nespresso assinam MdE com produtores de café


O Parque Nacional da Gorongosa(PNG) e NESPRESSO assinaram um Memorando de Entendimento para colaboração conjunta na melhoria dos meios de subsistência dos produtores de café na Serra da Gorongosa. Em 2015, o Projecto da Gorongosa trabalhou com um grupo de agricultores locais para plantar mudas de café na Serra da Gorongosa. Inicialmente, 15.000 mudas foram plantadas ao lado de árvores nativas para apoiar os esforços de reflorestamento da floresta tropical. Hoje, as pessoas da Serra da Gorongosa estão a plantar anualmente cerca de 200.000 árvores de café e 50.000 árvores da floresta tropical ao lado delas. Nas comunidades que praticam principalmente agricultura de subsistência, o Café da Gorongosa permite que os trabalhadores locais tenham comida nas suas mesas e enviem os seus filhos para a escola - enquanto apoiam o ecossistema circundante. 100% dos lucros do Café da Gorongosa revertem para o Parque Nacional da Gorongosa e para as populações locais. Cada saco de café apoia directamente a missão do Parque Nacional da Gorongosa de servir as comunidades que o rodeiam. Em 2014, como parte de seu Programa de Qualidade Sustentável AAA, a NESPRESSO lançou a plataforma “Reviving Coffees” com o objectivo de reviver a produção de café de alta qualidade em regiões onde estava ameaçada, melhorando a qualidade e aumentando o volume de colheita após colheita.  A plataforma “Reviving Coffees” tem como objetivo a criação de valor compartilhado e a inclusividade, apoiando o desenvolvimento nas comunidades locais, aumentando os rendimentos, os meios de subsistência e a resiliência em relação às mudanças climáticas. A aquisição destes cafés todos os anos, permitindo assim que as produções cresçam e as comunidades prosperem, faz parte do impacto que a NESPRESSO espera ver através da colaboração com o Parque Nacional da Gorongosa. O objectivo deste Memorando de Entendimento é afirmar a intenção de ambas as partes de colaborar em conjunto para melhorar os meios de subsistência dos produtores de café, reconstruindo e promovendo a indústria do café na região da Gorongosa, em Moçambique. A estratégia conjunta em andamento visa incluir Moçambique no programa global “Reviving Origins” da NESPRESSO.   A NESPRESSO foi fundada em 1986 para atingir consumidores sofisticados de café por meio do desenvolvimento de um sistema de extração de café de origem única.

O Parque Nacional da Gorongosa (PNG) em Moçambique é talvez a maior história de restauração da vida selvagem em África. Em 2008, foi estabelecida uma Parceria Público-Privada de 20 anos para a gestão conjunta do PNG entre o Governo de Moçambique e a Fundação Carr (Projecto de Restauração da Gorongosa), uma organização sem fins lucrativos dos EUA. Em 2016, o Governo de Moçambique aprovou a prorrogação por mais 25 anos da gestão conjunta. Ao adoptar um modelo de conservação do século XXI para equilibrar as necessidades da fauna bravia e das pessoas, O PNG está a proteger e salvar esta bonita natureza selvagem, devolvendo-o ao seu devido lugar como um dos maiores parques nacionais da África. O PNG foi descrito como um dos mais diversos parques da Terra, cobrindo uma vasta extensão de 400.000 hectares. Nos últimos anos, o Projeto da Gorongosa, com o apoio da Administração Nacional de Áreas de Conservação de Moçambique (ANAC), garantiu a proteção de uma população em recuperação de Leões neste ecossistema, reduziu com sucesso ameaças-chave e viu o Parque reconhecido como um dos "Last Wild Places" pela National Geographic e como um dos "Melhores Lugares do Mundo - 2019" pela TIME Magazine. (Redação)

22 visualizações

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI