• estaciosvaloi

Plataforma para produção de gás chega a Moçambique no primeiro trimestre de 2022


O ministro dos Recursos Minerais e Energia de Moçambique, Max Tonela, disse hoje à Lusa que a plataforma flutuante que vai ser o primeiro projecto a produzir gás natural na bacia do Rovuma estará em águas moçambicanas no primeiro trimestre de 2022.


A construção da plataforma "está a cerca de 90%, os trabalhos deverão ser concluídos em Dezembro para que no primeiro trimestre do próximo ano esteja já nas águas de Moçambique”, declarou Max Tonela.


O governante refere que tudo está encaminhado para que a operação arranque em Julho de 2022.

O projecto “está dentro do plano e estamos felizes com o seu progresso”, sublinhou.

A plataforma faz parte do consórcio da Área 4 liderado pela Exxon Mobil e Eni e vai processar o gás para exportação directamente no mar, ao largo da costa de Cabo Delgado, norte do país.


A estrutura deverá produzir 3,4 milhões de toneladas por ano (mtpa) de gás natural liquefeito a partir das reservas de gás Coral Sul.


Para 2024 está previsto o arranque da unidade de extracção e liquefacção em terra da Área 1, liderada pela Total, que aponta para uma produção de 13,12 mtpa.

Sem data prevista para arranque está o projecto em terra da Área 4, que prevê uma produção de 15 mtpa.


PMA (LFO) // EA

Serviço áudio disponível em www.lusa.pt

Lusa/Fim

65 visualizações0 comentário