Perguntas sobre a implantação do SANDF em Moçambique sem resposta


A pergunta ao comité parlamentar sobre o envio das Forcas de Defesa Nacional Sul-africana (SANDF) a Moçambique fustigado por terroristas ficou sem resposta.

Segundo um MP da DA, as forças especiais e o esquadrão de reacção marítima foram alocadas em Moçambique.

O ISIS ameaçou a África do Sul caso o Pais envolva-se no conflito.

Nesta quarta-feira uma pergunta feita no parlamento sobre o destacamento das forças especiais da Força de Defesa Nacional da África do Sul (SANDF) e o esquadrão de reacção marítima em Moçambique não foi respondida. O Comité de Portfólio de Veteranos de Defesa e Militares reuniu-se na quarta-feira para discutir o orçamento ajustado do Departamento de Defesa. O membro do parlamento DA Kobus Marais disse: "Como estamos, sabemos que temos soldados em Moçambique". De acordo com a informação em seu poder, o mesmo questionou sobre o orçamento do esquadrão de reacção marítima e das forças especiais – as quais estão em Moçambique.


'Ameaça da ISIS’


Disse que não estava a espera de obter uma resposta mas que talvez o comité devesse debater o assunto em uma futura reunião a porta fechada. "Sabemos da ameaça do ISIS", disse Marais. Ele referia-se à ameaça do ISIS a qual o grupo começaria lutar dentro das fronteiras da África do Sul, caso o Pais se envolva no conflito na província de Cabo Delgado, em Moçambique. Isso segundo reportagens do último boletim informativo do ISIS, Al-Naba, News24 divulgado na terça-feira.

153 visualizações

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI