• estaciosvaloi

Pânico vivido no seio da população de Chai.

Atualizado: Mai 26


Militares na Cidade de Pemba/Foto : Estacio Valoi


Na quarta-feira, pela madrugada ouviram-se vários tiroteios na sede do posto administrativo de Chai, Distrito de Macomia, onde já algumas pessoas vivem depois de muitas terem se deslocado.


Fontes na vila sede de Macomia, falam de tratar-se de um pânico que fez com que as pessoas refugiassem as matas e que os carro de chapa-cem que há dias frequentam aquela região, saindo de Macomia, não foram, ou seja regressaram a caminho ( recuaram na aldeia 5 Congresso).


Das explicações há duas: uma refere que tudo começou quando um táxi que fazia sentido aldeia Litandacua a Macomia, foi mandado parar pelos milicianos locais, e este desobedeceu e daí começaram a disparar.


A outra refere tratar-se de uma incursão armada supostamente dos insurgentes, que entretanto não chegou de acontecer.


Ainda está quarta feira, pela manhã, depois da informação chegar às autoridades, foram despachados os meios aéreos, que não fizeram ataques, ao ter supostamente entendido não haver sinais de ataque terrorista.


Refira-se que, nos últimos dias, a população tem se queixado de ainda estar a circular nos postos Administrativos do distrito de Macomia, homens armados que se acredita serem insurgêntes. O grupo não ultrapassa o número de 20 pessoas.


Outro sim, há menos de duas semanas, um jovem foi supostamente morto pelas FDS, quando este regressa da sua esposa no bairro Xinavane para outra casa da segunda esposa no bairro Napulubo. Este foi visto quando estava sendo chamado pelos militares e desde a data até esta quarta-feira não tinha sido visto no convívio familiar. Garantem as fontes que na altura de captura tinha cerca de 5 mil meticais. (Moz24)

191 visualizações0 comentário