Ossufo Momade denuncia perseguição política de professores na Massinga


O Presidente da RENAMO, Ossufo Momade que se encontra em digressão pelas províncias da zona sul do país, trabalhou na passada quinta-feira, (09.09) no distrito de Massinga

província de Inhambane com o objectivo de capacitar e reestruturar as bases políticas do seu partido.

Falando à imprensa a margem do evento, Ossufo Momade denunciou aquilo que chamou de perseguição política dos professores naquele ponto do país.

“... o professor que se filia a um partido de oposição com destaque para a RENAMO, é imediatamente transferido para uma escola do interior e isolado” disse, acrescentando que esses actos não são saudáveis para um Estado de Direito Democrático, onde os cidadãos são livres de se filiar a qualquer organização política”.

Ossufo Momade apelou, no entanto ao mais alto magistrado da nação e ao partido Frelimo para que parem com as perseguições das pessoas apenas por pertencerem aos membros do partido RENAMO.

“Esses actos, provam claramente que o Aparelho do Estado foi capturado pelo partido Frelimo. Nós sabemos que há células do partido em todos sectores do Aparelho do

Estado, em clara violação à constituição do país”. Disse

Refira-se que o Presidente da RENAMO trabalhou nos distritos de Massinga e Zavala tendo seguido sua viagem de trabalho político para a província de Gaza. (A Perdiz)

0 visualização0 comentário