• estaciosvaloi

Operation Water e Governo Moçambicano assinam parceria para o fornecimento de água Limpa


A Operation Water e o Governo de Moçambique acabam de anunciar uma parceria para o desenvolvimento de infraestruturas de água em todo o país, através de um contrato de concessão que irá apoiar 8 projectos de água, estimados em 23 milhões de dólares.


Parceria considerada de histórica segundo comunicado o contrato assinado no dia 22 de Abril prevê uma concessão de 30 anos, a mais longa concedida pelo Governo, impactando numa fase inicial, mais de 300.000 pessoas de várias comunidades carentes.


É a primeira parceria público-privada em Moçambique e a segunda deste tipo em toda a África para o fornecimento de água segura e limpa e é também uma abordagem inovadora pois alavanca as eficiências das fontes de capital do sector privado, (sobretudo agências de crédito de exportação, instituições financeiras de desenvolvimento e parceiros de capital com orientação filantrópica), garantindo ao mesmo tempo o apoio total do sector público, na execução da infraestrutura básicas.


João Osvaldo Machatine, Ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos de Moçambique, espera que a iniciativa com a Operation Water estimule várias outras iniciativas que envolvam o sector público e privado no desenvolvimento de sistemas de água e saneamento em todo o país.


A falta de acesso a fontes de água confiáveis é uma das maiores crises de saúde pública em Moçambique e em África no geral.


49% da população em Moçambique não tem acesso a fontes melhoradas de água doméstica para beber, cozinhar, saneamento e higiene pessoal. Para quem tem acesso a água limpa, maioritariamente depende exclusivamente de poços e furos e de mulheres e crianças, que usam até 8 horas do seu dia na recolha dessa água.


Mais de 80% da população acaba por entrar nesta dinâmica diária, resultando em oportunidades limitadas de educação, redução do empreendorismo e do desenvolvimento pessoal e limitando as comunidades agrícolas à agricultura de subsistência básica, em vez da utilização dos recursos em todo o seu potencial.


A parceria entre a Operation Water e o Governo vai garantir que a água seja entregue directamente às pessoas, eliminando a necessidade das mulheres se dedicarem à recolha física de água e dando oportunidade às crianças de frequentar a escola.


“A água é um alicerce fundamental na vida e na criação de oportunidades. O acesso sustentável à água potável liberta tempo, energia e produtividade de uma forma transformadora na vida das pessoas, famílias e comunidades. O objectivo da Operation Water reside em catalisar este 'efeito cascata' em Moçambique, e consequentemente deter os ciclos de doença e pobreza ao mesmo tempo em que se aposta nas melhorias na saúde, educação e igualdade de género", disse Ryan Philips-Page, CEO da Operation Water que ainda falou do futuro do projecto. “Começámos em Moçambique mas Angola virá a seguir. O nosso objetivo final é contribuir para o fim da crise global da água e promover o progresso social para os mais pobres e marginalizados”.


Para desencadear o impacto pretendido, a Operation Water fez uma parceria com a ImpactHER e outras organizações para desenvolver programas de empoderamento das mulheres, que fornecerão treinamento em vários sectores para estimular a economia.


“As mulheres que dedicam as suas vidas para garantir água para as suas famílias, não estão apenas privadas do seu tempo e energia, como também das suas esperanças e sonhos. Assim que terminarmos de construir os oito (8) locais, iremos fornecer as ferramentas de que precisam para encontrar maneiras significativas e mais produtivas de investir o seu tempo e energia ”, acrescentou Phillips-Page. “Por meio dos nossos parceiros, também forneceremos eletricidade para as comunidades que antes ficavam no escuro, portanto, resolver problemas com água e energia cria muitas oportunidades interessantes e empolgantes para todos na comunidade”


A Operation Water irá iniciar a construção dos sistemas de tratamento de água no final de 2021, com a entrega de água estimada para 2022. (Moz24h)

33 visualizações0 comentário