OMS declara surto de corona vírus na China uma emergência internacional


Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS

A Organização Mundial da Saúde declarou nesta quinta-feira que a epidemia de coronavírus na China agora constitui uma emergência de saúde pública de interesse internacional.

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, anunciou a decisão após uma reunião do seu Comitê de Emergência, um painel independente de especialistas, em meio a evidências crescentes do vírus espalhado por cerca de 18 países.

— Nossa maior preocupação é a possibilidade de que o vírus se propague para países com sistemas de saúde mais frágeis (...) Não significa desconfiança com a China — assegurou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

As infecções por coronavírus da China se espalharam para mais de 8.100 pessoas em todo o mundo nesta quinta-feira, superando o total da epidemia de SARS em 2002-2003 em uma crise de saúde em rápida expansão, prevista para atingir a segunda maior economia do mundo. A Síndrome Respiratória Aguda Grave também veio da China, matando cerca de 800 pessoas e custando à economia global cerca de US$ 33 bilhões.

A maior parte dos pacientes está na China, onde o vírus se originou em um mercado ilegal de vida selvagem na cidade de Wuhan e também matou 170 pessoas, segundo dados oficiais mais recentes.

Mas mais de 100 casos surgiram em outros países, do Japão aos Estados Unidos, estimulando o sentimento anti-China e uma onda de compra de máscaras.

— Há muito que podemos fazer — disse um funcionário da Kukje Pharma Co, uma empresa sul-coreana que considera dobrar ou triplicar os turnos para lidar com uma enxurrada de pedidos de "dezenas de milhões" de máscaras.

Quase todas as mortes ocorreram na província de Hubei - da qual Wuhan é a capital - onde 60 milhões de pessoas vivem sob confinamento virtual.

— A maioria das lojas está fechada. Não podemos sair e comprar comida — disse Si Thu Tun, um dos 60 estudantes de Mianmar presos em Wuhan, a um canal de notícias, a Voz Democrática da Birmânia.

— Honestamente, eu tenho uma batata grande e três pacotes de macarrão instantâneo e um pouco de arroz — disse ele. Mianmar planeja um vôo especial para tirar os estudantes dentro de três dias.

Austrália, Coreia do Sul, Cingapura, Nova Zelândia e Indonésia mantiveram pessoas em quarentena por pelo menos duas semanas, embora os Estados Unidos e o Japão planejassem um isolamento voluntário mais curto.

Três japoneses, dos 206 casos suspeitos desta quarta-feira, foram infectados e, preocupantemente, dois deles não apresentaram sintomas, disse o governo de Tóquio.

A Índia foi a última nação a relatar um caso, um estudante da Universidade de Wuhan. E os sul-coreanos protestaram em instalações designadas como centros de quarentena, jogando ovos em um ministro.

— As armas que nos protegerão do novo coronavírus não são medo e aversão, mas confiança e cooperação — disse o presidente sul-coreano Moon Jae-in.

O impacto da crise chegou até a um navio de cruzeiro italiano, cujos 6 mil passageiros foram mantidos a bordo enquanto testes eram realizados em dois viajantes chineses.

As companhias aéreas que suspendem voos para a China continental incluem Lufthansa, Air Canada, American Airlines e British Airways. Os sindicatos da tripulação de cabine da Air France estavam exigindo o mesmo, disseram fontes, embora a empresa já tenha permitido que pilotos e tripulantes optem por não participar dos voos da China.

— Certamente as infecções podem se espalhar facilmente dentro de um avião — disse Paul Hunter, professor de medicina da Universidade de East Anglia, na Grã-Bretanha. Embora não seja prudente colocar pacientes confirmados em um avião, se necessário, eles podem ser mantidos algumas filas e assentos afastados de outros, acrescentou. (Moz24h e Agencias)

0 visualização

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI