O drama dos Alshabaab em Cabo Delgado





Em Janeiro de 2022, as FDS e a SAMIM apreenderam na base dos terroristas no distrito de Macomia vários computadores, telemóveis e armas. Num destes computadores, foram captadas imagens dos famosos Alshabaab que atuam na província de Cabo Delgado e Niassa, numa das suas bases em Macomia, passando refeições e exibindo a presença de novos membros vindo da República Democrática de Congo.


Entretanto, no mesmo vídeo, os terroristas confirmam as consecutivas baixas que teriam sofrido diante das forças de Comando conjunto. Parece que estes, faziam os vídeos para mandar a seus superiores ou apoiantes para ter mais apoio material, e do pessoal.

"Estamos a passar momentos difíceis e de incertezas, más Allah está diante de nós!" disse um dos comandantes do grupo Terrorista no vídeo.


Este vídeo, foi feito numa altura em que o grupo Terrorista estava a registar momentos difíceis. Decidiram fazer um vídeo onde falam das suas dificuldades, acreditando que este seria um testemunho da sua futura Victória após dominarem por completo toda zona Norte de Moçambique.


Segundo fontes, nas fotos assim como nos vídeos os terroristas ocultaram suas imagens, mas ficou sabido o quão estão a passar mal, perseguidos e mortos tanto que suspeita-se que alguns podem estar refugiados com a população nos centros de acolhimento dos deslocados. “ Há que se territorial cuidado correlação aos deslocados, suspeitas que haja infiltrações por parte dos terroristas. “Disse a fonte. “A população pode não conhecer a todos, é se por acaso reconhecer podem não denunciar por causa do medo.” Acrescentou ainda.

É de salientar que os ataques em Cabo Delgado estão a acontecer desde Outubro de 2017, tendo se se alastrando para a província de Niassa no final de 2021.

MQLanga

165 visualizações0 comentário