Nyusi eleito com 100 por cento dos votos presidente da Frelimo


Joaquim Chissano, antigo Presidente da Frelimo (dir), entrega os símbolos do partido a Filipe Nyusi, reeleito presidente da Frelimo (esq


Maputo — Os 1.136 delegados ao 12º. Congresso da Frelimo, partido no poder em Moçambique, votaram todos a favor da recondução de Filipe Nyusi na presidência da formação política, neste domingo, 25, em Maputo.

"Um resultado que muito nos orgulha, é a marca Nyusi 100%", referiu o secretário-geral, Roque Silva, ao anunciar o resultado. O antigo líder do partido e ex-Presidente da República Joaquim Chissano, entregou os símbolos do partido ao Nyusi e deixou como mensagem que “seja realizada a vontade dos militantes da Frelimo”.

“Temos de engolir sapos vivos em prol da paz”, acrescentou o antigo Chefe de Estado, que reiterou a necessidade de “reconciliar e consolidar a unidade dentro e fora do partido”. Chissano desafiou o presidente reeleito a consolidar a paz, a unidade nacional e a reconciliação entre os membros do partido e afirmou que “se queremos combater o tribalismo, temos que nos reconciliar”.

Na sua intervenção, Nyusi agradeceu o "apoio genuíno" que diz ter recebido até aqui. “Agradeço a todos pela confiança que em mim depositam, e pelo carinho. Aceito esta missão para não deixar pelo caminho o trabalho que me confiaram. O meu compromisso é com trabalho, trabalho e trabalho”, acrescentou o também Presidente da República. O congresso que começou na sexta-feira, 23, termina na quarta-feira, 28. Até lá será eleito o Comité Central, que depois escolherá o secretário-geral, a Comissão Política e o Comité de Verificação. Filipe Nyusi, que vai no seu segundo mandato como Presidente da República, não pode concorrer a um terceiro mandato em 2024, apesar de alguns sectores do partido estarem a pressionar nesse sentido.(VOA)

76 visualizações0 comentário