Nada É Como Foi


Esta exposição é o resultado de um  concurso que visa exortar a arte da fotografia despertando a criatividade e a produção de imagens, durante o isolamento social, face à nova realidade que a COVID-19 nos trouxe.

Através da fotografia pretendemos mostrar com um olhar artístico o impacto da COVID-19 nos mais variados meios. Com este exercicio, através dos concorrentes, poderemos avaliar qual é o discernimento que a sociedade tem em relação ao distanciamento social, promover de forma colectiva a conscientização sobre as formas de combate e prevenção ao vírus, sempre valorizando a prática artística na área da fotografia.

A exposição Nada É Como Foi está também patente fisicamente na galeria Kulungwana a partir do dia 08 de Setembro nos seguintes horários: Das 10h00 às 17h00 de Terça à Sexta-feira  Das 10h00 às 15h00 aos Sábados   

A votação está aberta ao público até ao dia 11 de Setembro e as outras fotos podem ser visualizadas no link https://kulungwana.artfundi.com/exhibitions/nada-e-como-foi


32 visualizações

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI