Muchanga avisa que não vai aceitar fraude na Provincia de Maputo


O cabeça de lista e candidato a governador pela RENAMO para a província de Maputo, o deputado Antônio Muchanga disse que não vai aceitar quaisquer resultados da eleição de 15 de Outubro que não traduzam a vontade expressa nas urnas dos eleitores desta parcela do sul do país.

Antônio Muchanga respondia a uma pergunta colocada pelo Moz24h, pouco depois de ter votado na Escola Primária Tunduro, no Bairro do Fomento, cidade da Matola na província de Maputo, questionando-o se estaria pronto a aceitar  os resultados. "Estou pronto para resultados justos. Não vou aceitar resultados manipulados" disse.

Recordar que António Muchanga foi igualmente cabeça de lista e candidato a edil  da cidade da Matola nas autárquicas do ano passado ganhas por uma melimetrica diferença pela FRELIMO e o seu candidato Calisto Cossa cujos resultados foram contestados pela oposição criando um "barulho " sem precedentes neste município que detém o maior parque industrial do país.

Quem também diz que vai recorrer caso os resultados não sejam justos  na província de Maputo é o MDM. Nelson Manhenge, membro desta formação política e que esteve a fiscalizar o processo de votação na cidade da Matola afirma que só um resultado transparente será aceite. "Caso contrário vamos recorrer com todos os meios para a reposição da justiça eleitoral".

Na província de Maputo concorrem para o cargo de governador, Júlio Parque da FRELIMO, António Muchanga da RENAMO e Augusto Pelembe do MDM.  (Germano de Sousa)

132 visualizações

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI