Moçambique recebe o primeiro lote de vacinas COVAX contra a COVID-19


Um lote de 384.000 doses da vacina COVID-19 chegou ontem, 8 de Março, a Maputo, como parte da primeira vaga de vacinas fornecidas aos países africanos através da iniciativa global de vacinas - COVAX.

Esta entrega, de um total previsto de 2,064 000 doses da vacina COVAX que Moçambique receberá nos próximos meses, faz parte de uma tranche de vacinas Astra-Zeneca/Oxford produzidas pelo India Serum Institute.

As vacinas foram recebidas no Aeroporto de Maputo pelo Primeiro Ministro moçambicano, Carlos Agostinho do Rosário, e pelo Ministro da Saúde, Armindo Thiago, acompanhados pela Coordenadora Residente das Nações Unidas, Myrta Kaulard, o Embaixador da União Europeia (UE), Antonio Sánchez-Benedito Gaspar, e os representantes da Organização Mundial de Saúde, Joaquim Saweca, e da UNICEF, Katarina Johansson, assim como os embaixadores de outros países parceiros apoiantes da COVAX.

Falando no evento, o Embaixador da UE afirmou que “Garantir que todos tenham acesso a vacinas seguras e eficazes contra a COVID-19 é uma das prioridades da União Europeia. Trabalhamos juntos para garantir que países nossos parceiros como Moçambique recebam as vacinas e comecem a vacinar os seus cidadãos. A Equipa Europa - União Europeia e seus Estados-Membros - tem liderado os esforços globais para assegurar que as vacinas COVID-19 estão disponíveis para todos os países e para o maior número de cidadãos possível. A Equipa Europa está entre os maiores contribuintes para a Iniciativa COVAX, com mais de 2,2 bilhões de euros disponibilizados. Os nossos valores compartilhados de humanismo e solidariedade estão no centro dos esforços pela saúde global e um mundo livre de pandemia”.

O contributo da Equipa Europa vai apoiar o Plano Nacional de Vacinação COVID-19 de Moçambique, lançado pelo Governo de Moçambique a 5 de Março. Em linha com este Plano, Moçambique pretende vacinar até 16.8 milhões de pessoas até o fim do primeiro semestre de 2022. No geral, os esforços globais da Equipa Europa para combater a pandemia da COVID-19 ultrapassaram os 38 bilhões de euros, dos quais 8 bilhões de euros foram destinados à África. Especificamente para Moçambique, a Equipa Europa já comprometeu mais de 500 milhões de euros, dos quais mais de 220 milhões de euros já foram desembolsados. Esses fundos foram usados ​​para mitigar o impacto socioeconómico da pandemia e, entre outros, para aumentar as capacidades da saúde e de outros sectores sociais, como a educação. Além disso, a UE também irá contribuir com fundos para implementar o Plano Nacional de Vacinação de Moçambique. A Iniciativa COVAX visa distribuir pelo menos 2 biliões de doses antes do final deste ano, das quais 1,3 bilião para 92 países elegíveis para tal apoio. A União Europeia e os seus Estados-Membros estão empenhados neste esforço global sem precedentes para garantir que todos os cidadãos tenham acesso a vacinas seguras e eficazes. A COVAX é co-liderada pela GAVI, a Vaccine Alliance, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Coalition for Epidemic Preparedness Innovations (CEPI), trabalhando em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), organizações da sociedade civil, fabricante de vacinas e outros parceiros. (Moz24h)

20 visualizações0 comentário

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI