MINT decreta expulsão e Brasil disponibiliza jacto da força área para vir buscar o "seu" Fuminho


O Ministro do Interior, Amade Miquidade, decidiu expulsar administrativamente, do território nacional, em despacho datado de 17 de Abril de 2020, o cidadão Luís Gomes de Jesus, também conhecido por Gilberto Aparecido dos Santos, de nacionalidade brasileira bastante conhecido por Fuminho.

Um comunicado do Ministério do Interior, recebido na nossa redacção, refere que a expulsão surge na sequência dos autos de instrução preparatória do processo de expulsão administrativa, por imigração ilegal. De acordo com o documento, sobre Gilberto Aparecido dos Santos recaiu um mandato internacional de captura, emitido pelas autoridades policiais brasileiras, devidamente notificado no sistema da INTERPOL e executado pelo Serviço Nacional de Investigação Criminal, no âmbito das suas competências. "Fuminho", detido na passada segunda-feira em Maputo, estava foragido há 21 anos e foi condenado por crimes de tráfico de drogas, contra o património de instituições financeiras e de grandes empresas de logística, assim como por financiar a fuga de líderes de organizações criminosas. O brasileiro é também suspeito de ser o financiador de um plano de resgate de Marcos Willians Camacho, conhecido como 'Marcola', o líder máximo do Primeiro Comando da Capital (PCC), a maior facção criminosa do Brasil, preso em Brasília. De acordo com a imprensa brasileira, "Fuminho" fugiu da prisão em 1998, no mesmo dia que Marcola também escapou, e escondeu-se em países vizinhos, como o Paraguai e Bolívia

Fuminho, de 49 anos de idade, é considerado pelas autoridades brasileiras como o maior fornecedor de cocaína a uma organização criminosa designada Primeiro Comando da Capital (PCC), com milhares de membros no Brasil e países vizinhos.

Na altura da detenção, no luxuoso Montebelo Indy Maputo Congress Hotel (ex-Indy Village), Fuminho, não resistiu aos agentes do Serviço Nacional de Investigação Criminal (Sernic), escreve a "Carta de Moçambique".

Fuminho, foi preso em uma ação conjunta que envolveu a Polícia Federal brasileira, da Agência de Combate às Drogas dos EUA e SERNIC (Moz24h)

73 visualizações

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI