Ministra Verónica Macamo recebida em audiência pelo SG das ONU


A Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Verónica Nataniel Macamo

Dlhovo, manteve uma breve audiência de cortesia com o Presidente da 76a

Assembleia Geral das Nações Unidas, Abdulla Shahid.

Ocorrida na tarde de terça-feira, dia 21 de Setembro corrente, no gabinete

do presidente da Assembleia Geral na sede das Nações Unidas, a audiência

serviu para a Ministra Macamo informar e explicar a decisão do governo

moçambicano candidatar a República de Moçambique a membro não

permanente do Conselho de Segurança da ONU.

Descreveu também a situação prevalecente em Moçambique,

particularmente nos domínios de defesa e segurança e da evolução sanitária

face à eclosão da pandemia da COVID-19. Neste âmbito, referiu-se às

melhorias em curso nessas áreas, resultantes das vitórias das forças de

defesa e segurança sobre os terroristas que operam em Cabo Delgado e a

redução de números de casos e mortes da COVID-19.

O Presidente Shahid enalteceu o empenho do governo moçambicano no

combate ao terrorismo e à COVID-19, manifestou o apoio das Nações

Unidas na luta contra esses males e garantiu o endosso do seu país, as Ilhas

Maldivas, à candidatura moçambicana ao Conselho de Segurança da ONU.

O encontro teve lugar algumas horas depois do Presidente da Assembleia

Geral, natural das Ilhas Maldivas, ter proferido o seu discurso na sessão de

abertura do debate geral da 76a Assembleia Geral iniciada na manhã desta

terça-feira.


No mesmo dia, a Ministra Verónica Macamo participou na sessão de abertura

e na segunda sessão da 76a Assembleia Geral, tendo escutado os discursos

proferidos pelo Presidente da Assembleia Geral, Secretário Geral da ONU,

António Guterres, bem como, entre outros, pelos presidentes do Brasil, Estados

Unidos da América, República Democrática do Congo, Portugal, Egipto, Zâmbia e

Turquia.

O programa da Ministra Macamo na quarta-feira, dia 22 de Setembro, consiste na

participação e leitura do seu discurso na reunião de Alto Nível da Assembleia Geral

para comemorar o 20o aniversário da adopção da Declaração e Programa de Acção

de Durban, relativa à prevenção, combate e erradicação do racismo, xenofobia e

intolerância.

Continuará, no mesmo dia, a fazer-se presente no debate geral da Assembleia Geral,

onde deverá seguir com a devida atenção as intervenções dos presidentes de países

da CPLP (Cabo Verde e Guiné Bissau), da SADC(Malawi), e de outras regiões do

continente africano (Quénia, Djibouti e República Centro Africana).

Na tarde de quarta-feira tem também reuniões agendadas com os ministros dos

negócios estrangeiros da Ucrânea e Singapura e o Subsecretário Geral da ONU da

luta contra o terrorismo, Vladimir Voronkov. (UCI)

17 visualizações0 comentário