MDM fala de eleições fraudulentas na Zambézia


O Movimento Democrático de Moçambique, MDM, através do seu membro da Comissão Política, Vitorino Francisco, convocou ontem uma conferência para denunciar o que considera serem “ eleições fraudulentas na Província da Zambézia. Francisco é citado pela comunicação social presente no local, como tendo dito que as eleições naquela provínca foram marcadas por várias irreguralidades desde o início do processo de votação até a contagem de votos. Está foi a reacção do MDM na Zambézia, aos resultados preliminares já tornados públicos pelos órgãos eleitorais. Um pouco por todo o país os resultados que estão a ser divulgados mostram vantagem do candidato presidencial da Frelimo, Fillipe Nyusi, e também do seu partido.

Das irregularidades denunciadas pelo político do MDM, destacam-se a troca de cadernos eleitorais, não entrega dos editais aos delegados dos partidos políticos, boletins de voto previamente prenchidos a favor da Frelimo e introdução de boletins de voto.

Irregularidades nos processso eleitorais, têm sido uma constante desde que eleições multiparditárias começaram a ser realizadas em Moçambique em 1994. Várias vezes a Oposição alegou fraude para não reconhecer os resultados proclamados pelos órgãos eleitorais. Aliás, as alegações de fraude nas eleições têm sidos a fonte primária de conflitos pós-eleitorais. ( Redacção)

22 visualizações0 comentário