MDM abre candidaturas a sucessor de Daviz Simango


Já está aberto, a nível nacional, o período reservado à submissão de candidaturas à presidência do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), cuja eleição vai decorrer em Dezembro deste ano. O anúncio foi feito pela segunda maior força politica do país, na cidade da Beira, que aponta que entre outras exigências, para que os candidatos sejam membros activos do partido, idóneos e com cotas em dia.

Foi no final da terceira sessão extraordinária da Comissão Politica do partido que o Movimento Democrático de Moçambique anunciou a fixação de datas para o período reservado à submissão de candidaturas para os membros do partido que pretendam concorrer à presidência da terceira maior forca politica do país.

"Até ao dia 30 de Setembro, todos aqueles membros do MDM que pretendam ser Presidente do partido deverão se inscrever, portanto, estão abertas as inscrições para a apresentação de candidatura", disse Maria Virgínia, membro da comissão politica do MDM.

O perfil do candidato a Presidente do MDM foi também definido.

"Os perfis estão aprovados, estão lançados", acrescentou Maria Virgínia, elucidando que terá de ser um membro activo do partido, idóneo e com as cotas do partido em dia.

O novo presidente do Movimento Democrático de Mocambique que vai ocupar o cargo deixado pelo seu fundador, Daviz Simango, falecido em Fevereiro deste ano na vizinha Africa do Sul, vitima de doença, será eleito durante a realização do terceiro congresso do partido agendado para o mês de Dezembro. (RFI)

32 visualizações0 comentário