Malangatana inspirou moda “100% moçambicana”


A estilista moçambicana Shaazia Adam inspirou-se na pintura de um dos artistas plásticos mais icónicos do país, Malangatana, e criou uma marca intemporal. Chama-se Hloyase, em referência à mãe do pintor, é “100% moçambicana” e inspira-se nos traços de Malangatana para uma linha de pronto-a-vestir moderna, fresca e jovial. A ideia foi apoiada pela Fundação Malangatana e pela Mozambique Fashion Week, contou à RFI a designer de moda de 30 anos que fez as suas provas em Londres.

Shaazia Adam, de 30 anos, nasceu na África do Sul, é moçambicana e estudou moda em Londres. Vive em Maputo mas tem “portas abertas em Londres e na África do Sul”. Na capital britânica, a estilista estagiou na marca Alexander Mcqueen e foi premiada com o “melhor portfolio de Londres”, mas voltou para Maputo por razões familiares e criou já duas "marcas 100 % moçambicanas”. A primeira em nome próprio e a segunda com o nome da mãe do artista plástico moçambicano Malangatana – Hloyase.

Admiradora da obra do pintor, Shaazia Adam pediu apoios à Mozambique Fashion Week e à Fundação Malangatana para criar a marca inspirada pelo artista e que quer fazer chegar a Moçambique e além-fronteiras. Porém, “não é um copy paste”, avisa a designer de moda, sublinhando que se inspirou “nos traços” de Malangatana para desenhar uma colecção “moderna que se adapta ao mundo de hoje”. Além de uma linha feminina, com bodies, calções, calças, saias, vestidos e blusas, há também uma linha masculina. Tudo com tecidos de fibras naturais, como linho e algodão, adaptados ao clima de Moçambique. (RFI)

12 visualizações0 comentário