Mais de 5 mil não irão votar em Cabo Delgado devido aos ataques


Foto de Borges Nhamirre

Cerca de 5400 eleitores distribuídos em 10 mesas de voto dos distritos de Muidumbe (1), Mocímboa da Praia (3) e Macomia (6) não terão a oportunidade de votar amanhã devido à dispersão da população em fuga dois ataques armados nas suas aldeias, quem disse é o Presidente da CNE, sheik Abdul Carimo Nordine Sau, em uma conferência de imprensa que dirigiu no aeroporto de Quelimane no domingo na cidade de Quelimane.

O Sheik não especificou as assembleias de voto que não irão abrir. Este trabalho técnico é da competência do STAE a quem se aguarda que possa dar indicações concretas sobre as assembleias de voto que não irão abrir.

A província havia projectado 1860 mesas para mais de um milhão e cem mil eleitores.

As eleições gerais moçambicanas têm lugar, nesta terça-feira, dia 15.

Mais de 12,9 milhões de eleitores irão escolher o presidente da república, governadores de províncias, deputados à assembleia nacional e assembleias provinciais.

A presidente concorrem Filipe Nyusi , da Frelimo; Ossufo Momade , da Renamo; Daviz Simango , do MDM; e Mario Albino, do Amusi.(Redação)

29 visualizações0 comentário