Guterres apela a "compromisso" para recuperação global em 2022


O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, pediu hoje um compromisso internacional para fazer de 2022 um ano de recuperação nas áreas da saúde, economia, conflitos e clima.

Com a pandemia de covid-19 entre os grandes desafios mundiais, António Guterres considerou, numa mensagem de vídeo alusiva ao novo ano, que a recuperação depende da vacinação completa de todas as pessoas e do fim da desigualdade no acesso a vacinas. A nível económico, sendo óbvio o "agravamento da pobreza e das desigualdades", o secretário-geral da ONU propõe também uma recuperação através do apoio dos países mais ricos ao mundo em desenvolvimento "com financiamento, investimento e alívio da dívida". Os "persistentes conflitos, divisões e desinformação" podem ser ultrapassados "com um renovado espírito de diálogo, compromisso e reconciliação" e "com uma nova ênfase na ciência, nos factos e na razão", disse o antigo primeiro-ministro português. Guterres referiu também a "insuficiência dos compromissos climáticos" como um dos grandes desafios da actualidade, defendendo uma "recuperação para o nosso planeta", com mais acção climática no próximo ano. "O mundo dá as boas-vindas a 2022 com a nossa esperança no futuro a ser posta à prova", sublinhou o também antigo Alto-Comissário da ONU para Refugiados, antes de declarar que a recuperação deve ser o propósito para um novo ano "feliz e em paz". (RM /NMinuto)

14 visualizações0 comentário