Governo quer reassentar deslocados da guerra em Cabo Delgado em Metuge


Com o recrudescimento dos ataques dos terroristas em Cabo Delgado, uma nova vaga de deslocados que chegam à Cidade de Pemba, um dos poucos locais seguros da província.

Crianças, adultos e idosos chegam de barcos à vela e desembarcam no bairro Paquitequete e de lá procuram abrigo em casas de familiares, amigos e conhecidos.

A maior parte dos deslocados é construída por mulheres e crianças que saíram dos distritos de Macomia, Mocímboa da Praia, Quissanga, Muidumbe, Palma e Meluco. Ao contrário do que o Governo Central tenta transmitir, não existe nenhum centro de acolhimento de deslocados, nem na capital Pemba nem em nenhum outro local de Cabo Delgado.

A Cruz Vermelha de Moçambique e a Comunidade Islâmica de Moçambique são algumas das poucas organizações que têm estado a apoiar os deslocados com kits de abrigo e alimentos. Mas a ajuda é de longe insuficiente para milhares de famílias que chegaram e ainda chegam a Pemba fugindo dos ataques nos distritos do centro e norte.

Aliás, devido à falta de abrigo e de alimentos em Pemba, há famílias que fazem o sentido inverso. Arriscam a vida e voltam às zonas afectadas pelos ataques.

No dia 11 de Maio, o Governador de Cabo Delgado, Valige Tauabo, fez a primeira visita aos deslocados acolhidos nos bairros de Chiuba e Paquitequete. Além de oferecer kits de alimentos e produtos de higiene, o Governador de Cabo Delgado anunciou a existência de terras parceladas no distrito de Metuge para acolher as famílias que fugiram dos ataques.

O distrito de Metuge fica a menos de 50 quilómetros da Cidade de Pemba e já foi alvo de ataques terroristas em finais de Abril, mas os insurgentes foram repelidos pelas

FDS.

É para lá onde o Governo provincial de Cabo Delgado quer “reassentar” as vítimas de ataques que estão espalhadas na Cidade de Pemba. (Moz24h)

0 visualização

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI