Governo do Japão doa $ 1,8 milhões para a prestação de assistência alimentar no Norte de Moçambique




O Governo do Japão forneceu JPY200 milhões (US$ 1,8 milhões) ao Programa Mundial para a Alimentação (PMA) em Moçambique para amenizar a insegurança alimentar das comunidades desalojadas pela violência em curso na província de Cabo Delgado.

Os US$ 1,8 milhões doados pelo Japão irão apoiar o PMA na compra de peixe enlatado para fornecer assistência alimentar de emergência e melhorar a nutrição de mais de 25 mil pessoas deslocadas pela violência em Cabo Delgado nos próximos 12 meses.

A segurança alimentar é uma componente importante da assistência japonesa em Moçambique, que inclui apoio às crises humanitárias mais recentes, como o conflito no norte, a resposta de emergência aos choques climáticos e os impactos da pandemia de Covid-19. A assistência japonesa atende às necessidades imediatas das comunidades e apoia a construção de resiliência para preparar as comunidades frente às emergências futuras.

“O Governo do Japão está extremamente preocupado com a situação humanitária no Norte de Moçambique”, disse o Embaixador do Japão em Maputo, Sr. KIMURA Hajime. “Todos nós precisamos apoiar para aliviar a crise humanitária em curso. O Japão decidiu cooperar com o PMA para melhorar a segurança alimentar das populações deslocadas em Cabo Delgado. Estamos lado a lado com o povo moçambicano e vamos continuar a apoiar os nossos amigos moçambicanos para fazerem face aos desafios da insegurança em curso ”, sublinhou o Embaixador do Japão.

Com o apoio de doadores como o Japão, o PMA está a atender às necessidades de 800 mil pessoas deslocadas internamente e das pessoas mais vulneráveis dentro das comunidades acolhedoras no norte de Moçambique.

“As necessidades estão a aumentar com mais de 800 mil pessoas deslocadas e milhares de afectados nas comunidades acolhedoras no Norte de Moçambique”, disse o Director Adjunto do PMA, Sr. Pierre Lucas. “Mais uma vez, o Governo do Japão posicionou-se para apoiar o povo moçambicano. O PMA tem a honra de receber esta doação japonesa para as famílias afectadas pelo conflito e às contribuições contínuas do Japão para apoiar assistência alimentar do PMA que salva vidas. Esperamos que outros doadores sigam o exemplo japonês”.

O Governo do Japão tem financiado assistência alimentar para países em desenvolvimento desde 1968, e é um parceiro de longa data do PMA em Moçambique. As contribuições anteriores do Japão para a assistência humanitária do PMA aconteceram em 2020 e no início de 2021, com um orçamento total de US $ 5,29 milhões para fornecer assistência alimentar e apoio aos meios de subsistência para refugiados e requerentes de asilo no Campo de Refugiados de Maratane (província de Nampula) e para deslocados internos na província de Cabo Delgado. Em Maio de 2019, o Japão contribuiu com US $ 6,9 milhões para o fornecimento de assistência alimentar de emergência às pessoas afetadas pelo ciclone Idai no centro de Moçambique. Moz24h

30 visualizações0 comentário