Fundo nacional de reconciliação muda de mãos


A empresa de auditoria PricewaterhouseCoopers (PwC) não é mais a responsável pelo Fundo para a Paz e a Reconciliação Nacional. O seu director para Moçambique, João Martins, findou o ano da sua gestão transferindo a responsabilidade na gerência dos fundos para o Escritório dos serviços dos projectos das Nações Unidas para Serviços (UNOPS). A transferência ocorre após a nomeação do embaixador suíço Mirko Manzoni que teve lugar no dia 8 de Junho como enviado especial da ONU para o Moçambique. A derrota esmagadora do líder da oposição da RENAMO, Ossufo Momade, nas eleições presidenciais colocou um ponto de interrogação sobre o processo de paz.


Fonte: The Indian Ocean Newsletters ( N1512, 27.12/19)

79 visualizações0 comentário