Força conjunta Moçambique e Ruanda recupera Awasse


Após as operações da força conjunta, o comandante-geral da Polícia da República de Moçambique, Bernardino Rafael, visitou ontem, 03 de Agosto, a localidade de Awasse, onde garantiu que a intenção é permanecer nos pontos ocupados.

A Zona de Awasse estava sob ocupação terrorista desde Agosto do ano passado, e é onde está instalada a subestação que permite o fornecimento de energia às vilas-sedes de Mocímboa da Praia, Palma, Nangade e Mueda.

“A tendência é de melhorar cada vez mais naqueles pontos onde as Forças de Defesa e Segurança, em conjunto com as forças ruandesas, estão a conquistar”, declarou à comunicação social Bernardino Rafael, avançando que os terroristas em Mocímboa da Praia vandalizaram várias infraestruturas, com destaque para a rede elétrica.

Para além da Awasse, as ações das FDS e tropas ruandesas permitiram a recuperação do posto administrativo de Diaca e da localidade de Lalila ao longo da estrada Awasse-Mueda.

Importa referir que a operação conjunta entre as forças moçambicanas e ruandesas, resultou na recuperação de vários materiais bélicos que estavam na posse dos terroristas que aterrorizam a Província de Cabo Delgado desde 2017.



Fonte: Noticias de Defesa

77 visualizações0 comentário