Filipe Nyusi e Manuel de Araújo já estão em campanha eleitoral ...


Sem aviso dado à navegação há poucas milhas da validação das candidaturas por parte do Concelho Constitucional (CC), para as eleições de 15 de Outubro próximo, Filipe Nyusi, o mais alto magistrado já pontapeou a lei e está em campanha eleitoral às espessas do Estado. Seguindo lhe o trilho, Manuel de Araújo, o actual autárca da Renamo no municipio de Quelimane, esta a palminhar a Zambézia com o próposito de chegar ao posto de Governador. No meio das ilegalidades, Ossufo Momade, lider da Renamo continua confinado no sopé da Serra de Gorongosa e assim vai a nação...


No dia 11 de Outubro de 2013, a Comissão Nacional de Eleições (CNE), composta por 17 membros, sendo 5 oriundos da Frelimo, no poder, 4 membros da Renamo, principal força de oposição, um membro do MDM, terceiro maior partido, assim como 7 representantes da chamada “sociedade civil” aprovaram um CÓDIGO DE CONDUTA, para os Canditados, Partidos Politicos, Coligações de Partidos e Grupos de cidadãos eleitores proponentes, concorrentes às eleições. Reza o artigo 5 desse código, relativo à campanha eleitoral, no seu ponto b. Que, os candidatos, os partidos políticos, coligações de partidos políticos e grupos de cidadãos eleitores proponentes têm, nomeadamente, os seguintes deveres: “Abster-se de fazer propaganda política fora do período legalmente estabelecido”

Ora acontece que Filipe Nyusi em indisfarçavél pré-campanha não oficializada de Filipe Nyusi à sua própria sucessão já terá dito que “a campanha já começou”.

Araújo, um politico versátil parece ter percebido muito cedo desse “começo” e está em digressão pela provincia.

Se o primeiro vislumbra o trono presidencial, para mais cinco anos de mandato, o segundo tem em perspectiva o cargo de governador da Zambézia, onde pela primeira vez serão eleitos directamente em resultado de uma emenda constitucional.

Nyusi está imparavél, no seu périplo de “Visitas Presidênciais”, onde o absurdo de encerramento de escolas e actividades espantaram os mais incautos.

Manuel de Araujo, um recente reconvertido à Renamo para à sua sobrevivência política – depois de larga passagem pelo MDM – não está atrás. Aliás na “troca de galhardetes” que tem trocado com Nyusi este considera que aquele “perdeu a bussóla” como disse recentemente no semanário SAVANA.

A miséra hipotese dos supostos guardidães da legalidade e códigos de conduta de travarem com estes cenários são uma miragem. Como é que a Procuradora Geral da República pode mandar repor a legalidade a alguem que há dias a reconduziu no cargo? Buchili deve conhecer a retórica de Aráujo para não emanar nenhum directiva para travar este.

Em suma, por cima da lei, está em curso um processo de reprodução! E os exemplos estão a vir de cima.

Por Luis Nhachote

193 visualizações

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI