Exército moçambicano diz er abatido 20 terroristas em Cabo Delgado


Tropas presentes na vila de Mocímboa da Praia, Cabo Delgado, Moçambique


Combates duraram três dias na ilha de Matemo


Maputo — O exército moçambicano revelou ter morto 20 terroristas em três dias de combates na ilha de Matemo, na província de Cabo Delgado.

A informação foi avançada nesta terça-feira, 22, por Joaquim Mangrasse, comandante do Estado-Maior-General das Forças Armadas de Defesa de Moçambique, quem revelou também a morte de quatro dos seus homens.

“As baixas que o inimigo teve aqui são significativas, mas nós não vamos perder o nosso foco, que é criar segurança no nosso país, respeitando os direitos humanos”, acrescentou Mangrasse, comandante do Estado-Maior-General das Forças Armadas de Defesa (FDS) de Moçambique.

Ainda segundo a mesma fonte, as FDS apreenderam e destruíram seis embarcações que forneciam alimentos aos terroristas no distrito de Macomia.

As FDS, com a ajuda de cerca de dois mil homens do Ruanda e um contingente semelhante da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral, SAMIM, nas suas siglas em inglês, combatem os insurgentes que se dizem afiliados ao grupo Estado Islâmico e que desde Outubro de 2017 aterrorizam a província de Cabo Delgado.

Dados de diversas fontes apontam para mais de três mil pessoas assassinadas e mais de 850 mil deslocadas e muitas infraestruturas destruídas.(VOA)

72 visualizações0 comentário