Editor Executivo do Canal de Moçambique vai ser ouvido pela procuradoria na quarta-feira


O editor-executivo do semanário Canal de Moçambique, Matias Guente, vai ser interrogado na próxima quarta-feira, dia 02, no âmbito de um processo em que foi constituido arguido por alegada violação de segredo de Estado, disse o jornalista à Lusa.

Matias Guente avançou que foi notificado para um interrogatório relacionado com os textos que o semanário escreveu sobre um contrato entre o Governo moçambicano e a multinacional norte-americana Anadarko para a segurança dos projectos de gás natural na província de Cabo Delgado, norte de Moçambique.

Os textos foram publicados em março deste ano e o contrato entre o Governo e a Anadarko foi assinado em fevereiro do ano passado.

A presença de Matias Guente na procuradoria da cidade de Maputo será a segunda no âmbito do processo em que é arguido por alegada violação de segredo de Estado.

O editor-executivo do Canal de Moçambique já tinha sido ouvido no dia 10 de Julho no quadro deste processo.

Há uma semana a redacção do Canal de Moçambique ficou completamente destruída num incêndio que a direção do jornal atribui a fogo posto e que já mereceu uma forte onda de repúdio nacional e internacional.

82 visualizações0 comentário