Denunciados e detidos 20 cidadãos estrangeiros em Nampula


Vinte cidadãos de nacionalidade congolesa e burundesa foram detidos nesta semana na província de Nampula, pela Polícia da República de Moçambique, depois de terem sido denunciados por populares no bairro Namutequeliwa, onde alegadamente estavam escondidos.

Os mesmos, foram encontrados numa residência particular, onde viviam há mais de duas semanas, depois de terem sido supostamente recrutados no centro de refugiados em Maratane, ainda na província de Nampula, para fins da igreja pentecostal no distrito da ilha de Moçambique.

O proprietário da casa onde foram encontrados os 20 cidadãos estrangeiros, também à conta das autoridades, disse a jornalistas que cedeu a residência em regime de renda e que o período inicial seria de dois dias.

O porta-voz da PRM em Nampula, Zacarias Nacute, revelou aos órgãos de comunicação social, está em curso um trabalho de investigação até que fique claro sobre as reais razões de aglomeração naquela residência, numa altura em que a província está em alerta face aos ataques terroristas na vizinha província de Cabo Delgado.

Autoridades de Nampula, bem como algumas pesquisas, sugerem que Nampula, que hoje acolhe mais de 30 mil deslocados, tem sido supostamente um local de recrutamento de pessoas na sua maioria jovens para as fileiras dos insurgentes em Cabo Delgado. (Moz24h)

115 visualizações0 comentário