Delegação da União Europeia condena incêndio criminoso às instalações do “Canal de Moçambique


A Delegação da União Europeia em Moçambique condena veementemente o incêndio criminoso nas instalações do "Canal de Moçambique", ocorrido na noite do dia 23 de Agosto corrente.

"Expressamos a nossa inequívoca solidariedade a toda a equipa do "Canal de Moçambique", incluindo os jornalistas, editores e demais trabalhadores. Os órgãos de comunicação social independentes, como o "Canal de Moçambique" e o "Canal Moz", desempenham um papel crucial para a democracia no país" pode-se ler no comunicado enviado a nossa redação.

"A liberdade de imprensa e a liberdade de expressão em todas as suas formas são liberdades fundamentais que devem ser universalmente respeitadas. Instamos as autoridades competentes a investigar com celeridade este crime, a fim de levar os responsáveis à barra da justiça." termina a UE. (Moz24h)

35 visualizações0 comentário