Declaração do Enviado Pessoal do Secretário-Geral das Nações Unidas para Moçambique


Hoje, tenho o prazer de informar que, no âmbito do reinício das actividades do DDR, foi oficialmente encerrada a primeira base militar da Renamo. Uma equipa de inspecção devidamente equipada, incluindo representantes do Governo, da Renamo e da Comunidade Internacional, partiu a pé do posto administrativo de Dondo (província de Sofala) para inspeccionar a base da Renamo situada nas proximidades, a duas horas e meia de distância. A equipa de inspecção encontrou a base sem pessoal, armamento e outros materiais perigosos. Foi devidamente elaborado e aprovado por todas as partes um relatório exaustivo e um documento de encerramento. Isto representa um avanço significativo no processo. Todos os ex-combatentes da base estão agora em casa e a iniciar as suas novas vidas; e, para as comunidades da zona, marca um regresso à paz. Continuaremos a trabalhar no sentido de encerrar todas as bases e de assegurar uma paz definitiva. Mirko Manzoni Enviado pessoal do Secretário-Geral das Nações Unidas para Moçambique e Presidente do Grupo de Contacto (Peace Process Support)

114 visualizações0 comentário