Dívidas Ocultas: Mil garrafas de vinho para Manuel Chang


Do Tribunal de Nova Iorque onde está a ser julgado o caso relacionado com as «Dívidas Ocultas», não deixam de chegar revelações surpreendentes. Em depoimento perante o Grande Júri, o agente do FBI, Jonathan Polonitza, apresentou troca de correspondência entre os vários intervenientes que, entre outras coisas revelam que, Manuel Chang, o antigo ministro das Finanças que está detido na África do Sul desde Dezembro no ano passado, recebeu mil garrafas de vinho de diversas marcas de Jean Boustany, o executivo da Privinvest que está a ser julgado nos Estados Unidos da América. Mas claro, as mil garrafas de vinho devem ter sido apenas um bónus para o homem que desempenhou um papel preponderante na contratação das chamadas «dívidas ocultas» á margem da lei. Porque pelo seu importante papel no calote, Manuel Chang recebeu qualquer coisa como 12 milhões de dólares da Prinvivest. Parte do dinheiro foi depositado na conta da sua filha, Manuela Solange Chang, que para o efeito abriu uma conta em Abu Dhabi, Emirados Arábes Unidos.

As mil garrafas de vinho chegaram a Manuel Chang apartir da África do Sul e foram enviadas para Lizeth Chang, falecida esposa do antigo ministro das Finanças dos governos de Armando Guebuza.(Redacção com CIP)

816 visualizações

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI