CSCS exige esclarecimento do incêndio que atingiu o “Canal de Mocambique”


O Conselho Superior da Comunicação Social, (CSCS), mostrou sua solidariedade ao semanário “Canal de Moçambique”, através de um comunicado enviado a nossa redacção, lamentando o incêndio ocorrido nas instalações do jornal.

Segundo a nota, o CSCS, expressa a sua solidariedade para com o semanário, o seu corpo redactorial bem como à empresa proprietária e respectivos gestores, esperando que o incidente não prejudique gravemente a actividade jornalística desta publicação.

“O Conselho Superior da Comunicação Social tomou conhecimento, através das redes sociais, da ocorrência de um incêndio, na noite de Domingo, 23 de Agosto de 2020, que atingiu severamente os escritórios do semanário “Canal de Moçambique”, em particular a Redacção”, lê-se na nota.

“O CSCS apela ao mais rápido esclarecimento público das causas do incêndio”, conclui o documento.

37 visualizações0 comentário