Cristóvão Chume diz que Bonomade Machude Omar, vai ser capturado vivo ou morto


O Comandante do Exército moçambicano, Cristóvão Chume, diz que o principal líder dos jihadistas em Cabo Delgado, Bonomade Machude Omar, vai ser capturado vivo ou morto.

O Comandante Chume, segundo a Rádio Moçambique, falava na vila de Mocímboa da Praia, recentemente recuperada da ocupação jihadista por forças moçambicanas e ruandesas.

"Nós sabemos que ele está vivo e encontra-se nesta área de operações do teatro operacional de Mocímboa da Praia, em Cabo Delgado; temos a certeza de que se ele não morrer em combate, há-de ser capturado".

Chume realçou que as forças moçambicanas e ruandesas vão continuar a fazer o trabalho de inteligência, anotando que "nos últimos dias, Bonomade Machude Omar tem perdido alguns homens de grande importância que o protegiam".

O Departamento de Estado norte-americano identificou Bonomado como o comandante das operações militares, das relações externas e responsável pelos ataques executados pelos terroristas. Bonomade Machude Omar, também conhecido por Ibn Omar ou Abu Sulayfa Mohammad foi exposto pela primeira vez em Setembro do ano passado pelo Centro de Jornalismo Investigativo.

"Durante o ataque de março de 2021 a Palma, Omar liderou um grupo de combatentes, enquanto Abu Yasir Hassan, o líder do EI-Moçambique, liderou outro grupo de combatentes, e Omar também liderou o ataque ao Hotel Amarula em Palma. Omar foi responsável pelos ataques na província de Cabo Delgado, Moçambique, e na região de Mtwara, Tanzânia", informou o departamento dirigido por Antony Blinken. (X)

211 visualizações0 comentário