Covid-19: governo entre cenários pessimista, intermédio e optimista


O Governo está a prever três cenários sobre a propagação do novo coronavírus no país, segundo deu a conhecer ontem, o ministro da Saúde, Armindo Tiago no final de mais uma sessão do Conselho de Ministros.  Armindo Tiago falava sobre a situação de emergência, balanço e perspectivas de aplicação das medidas sobre a prevenção do Covid-19 e o seu impacto para a economia do país. “ Um cenário chamado pessimista, um cenário chamado intermédio e um cenário chamado optimista. Nós o que fizemos foi ter esses ter cenários. O cenário pessimista é definido como aquele em que não existem medidas de mitigação da doença. O cenário intermédio, que os números vocês não têm, ele teria cerca de doze milhões de casos e o cenário optimista cerca de três milhões de pessoas infectadas”, disse.  Na sessão do Conselho de Ministros de ontem, o executivo aprovou vários instrumentos legais dos quais o destaque vai para o regulamento que atribui estatuto especial ao líder do segundo partido, com assento parlamentar, no caso vertente Ossufo Momade, presidente da Renamo. (Moz24h)

46 visualizações0 comentário