Coronavírus: Moçambique suspende vistos de entrada a cidadãos provenientes da China


O governo moçambicano anunciou a suspensão de vistos de entrada de cidadãos provenientes da China para o país, devido ao coronavírus.

A medida foi anunciada pela porta-voz do Conselho de Ministros, Helena Khida, no final da segunda sessão do Conselho de Ministros

A porta-voz do Conselho de Ministros, Helena Khida, adiantou que não há casos reportados de moçambicanos na China que tenham sido vítimas do novo coronavírus.

Todavi, como de prevenção ao coronavírus, Moçambique decidiu suspender a emissão de vistos para a China.

"Uma das medidas é a suspensão dos vistos para a China. Nestas medidas está a limitação de saída ou entrada no país de pessoas que eventualmente venham da China”, explicou Helena Khida.

Há dias, o ministério da Saúde já tinha anunciado um reforçou medidas de vigilância nos postos de fronteiras e nos aeroportos, como forma de prevenir a entrada no país de cidadãos infectados pelo coronavírus.

O ministério moçambicano da saúde disse ainda, na altura, constitui que a propagação do vírus ocorra mais facilmente em épocas frias o que, não é o caso, em Moçambique.

De acordo com o balanço mais recente das autoridades chinesas, o novo coronavírus já fez 132 mortos e contaminou perto de 6.000 pessoas. (Moz24h)

36 visualizações0 comentário