Comiche pá


Por Rui Lamarques


Vi, depois de ter ocorrido, a comunicação de Comiche aos munícipes de Maputo, nos quais me enquadro por uma simples razão: vivo fora da autarquia, mas a EDM cobra-me religiosamente a taxa de listo, como se pagasse um dízimo nesses igrejas que promovem milagres. O edil informou que desconhecia o seu estado, que lhe faltou informação e coisas que tais. Era importante perguntar ao edil, se lhe faltava informação sobre o seu estado, por que cargas de água a sua esposa ligou para STV indicando ser a mulher com Covid-19? Onde ela obteve a informação? O município, através dum comunicado, informou que o edil se sentia lindamente e que simplesmente estava a observar quarentena. Ainda assim Comiche não sabia de nada e está furioso com as autoridades de saúde que não lhe revelaram o que tinha. Como Comiche não sabia que o que tinha, mas ficou internado em algum lugar em tratamento e só hoje conseguiu falar aos munícipes decide fazer um exercício. Usei como modelo a minha filha mais nova. Primeiro pedi a irmã que fizesse um vídeo perguntado-lhe quais eram os sintomas de coronavírus. Ela muito seriamente foi mencionado cada um dos que conhece. Regressei depois de ela veio ter comigo. Perguntou-me se conhecia os sintomas. Finge que os desconhecia e ela foi enumerando. Se Comiche não conhece os sintomas e nem sabia do seu estado pode ver este vídeo é tirar as próprias conclusões. Esse são os sintomas. Só precisa dum caderno, com caneta e papel. Escreva no mesmo: tosse seca, dificuldades de respirar e por aí em diante: pause o vídeo e tudo aquilo que a criança diz e que constaram do seu quadro clínico são sintomas de Covid-19. Caso precise dum encontro presencial é só esperar o regresso às aulas e na escola dela qualquer das cinco mil crianças dir-lhe-á, mediante apresentação dos sintomas, um diagnóstico com a precisão dum teste. Devia ter tido, na altura, coragem de revelar o seu estado: poderia ter sido um exemplo para reduzir o pavor que malta David Nhassengo tem pelo vírus, tanto mais que agora andam aí a pregar que há pessoas que curaram de Covid-19. Não há cura, as pessoas simplesmente recuperam. Não fica bem, agora depois de recuperar, tentar impingir-nos a ideia de que não sabe o que tinha. Todo mundo sabe.

0 visualização

Subscreva a nossa Newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI